Taxa Metabólica Basal

A taxa metabólica basal é a quantidade de calorias que o seu corpo gasta para sobreviver e cada pessoa possui uma quantidade específica para se manter.

 

Lembrando que este valor é expresso em kcal (quilocalorias) entretanto, popularizou-se chamar apenas de calorias. Só por questão de curiosidade, uma caloria é a quantidade de energia que deve ser dada a 1 mL de água para que ele se eleve um grau Celsius. Por exemplo, para pegar um copo de água com 100 mL e aquecê-lo de 25 °C para 30 °C são necessárias 5 °C x 100 mL = 500 cal, ou seja, míseros 0,5 kcal! Só por aí, já dá para perceber como que somos uma máquina de gastar calorias. Uma vez que nós precisamos de 1500 a 2500 kcal em média para manter o peso (pegando uma média bem generalizada) sem fazer absolutamente nada, apenas descansando.

Assim como acontece com o metabolismo, o metabolismo basal varia de um indivíduo para outro. Entre alguns aspectos que definem a taxa de metabolismo basal, índice que revela a quantidade de energia que cada pessoa gasta enquanto dorme, encontram-se idade, sexo, fatores genéticos, peso, altura e tipo e frequência de atividade física. Esse valor ainda muda conforme o percentual de gordura e músculos que a pessoa possui em seu corpo: os músculos queimam três vezes mais energia do que a gordura, logo a taxa de metabolismo basal de uma pessoa com um percentual baixo de gordura será maior do que aqueles que possuem uma porcentagem alta da composição. Além disso, doenças são outro aspecto que influenciam a taxa de metabolismo basal. Por exemplo, quando alguém está com febre, a cada 0,5 °C que a condição aumenta em sua temperatura, o índice aumenta em 7%. Já quando o indivíduo sofre com a produção inadequada de hormônios por parte da glândula tireoide, essa taxa decresce de 30 a 40%.